Semana de Acolhimento em Direito: quatro dias de diversão e conhecimento partilhado entre os novos estudantes

Segunda-feira, Setembro 20, 2021 - 10:55
Boas-vindas

A inauguração da Semana de Acolhimento realizou-se na terça-feira com atividades que decorreram ao longo do dia, onde os jovens tiveram a oportunidade de se conhecerem e socializarem em segurança.

Apresentação da Dupla Licenciatura

No segundo dia, os alunos da Dupla Licenciatura em Direito e em Gestão conhecerem os novos coordenadores do programa —  Luísa Anacoreta Correia é a nova coordenadora de Gestão e Marta Portocarrero é a mais recente coordenadora de Direito, que explicou o grande fator diferenciador deste curso: "Vão cursar duas licenciaturas distintas. No final, vão ter acesso a dois diplomas distintos."

Depois, Maria Antónia Torres, Partner da PwC e membro do Board responsável pela área de Human Capital, realizou a entrega do Prémio de Mérito PWC, sublinhando a importância desta formação inovadora: "O facto de fazerem dois cursos em simultâneo vai fazer com que a vossa forma de ver os problemas seja diferente logo de raiz."

Francisca Osório de Castro, melhor aluna da 1ª edição do programa, marcou presença no evento e incentivou os novos alunos a explorar todas as dimensões académicas: "Sempre foi a minha ambição conseguir a melhor nota possível, mas sendo feliz — fazer Erasmus e participar na vida académica."

Voluntariado e Programas de Desenvolvimento Pessoal

No penúltimo dia, estava agendada a apresentação da UDIP, o projeto de voluntariado da Católica Porto, fundado em 2002.

De acordo com Eduardo Lopes, representante do núcleo, a Universidade tem trabalhado cada vez mais para oferecer oportunidades de voluntariado em diferentes áreas, seja de forma regular ou pontual.

Seguiu-se a apresentação do ADN do Jurista, um programa de desenvolvimento pessoal “onde os alunos se podem tornar melhores pessoas, de acordo com a perspetiva de cada um”, conforme explica Agostinho Guedes, coordenador científico do programa.

Ana Martins, coordenadora executiva acrescenta que o conhecimento técnico-jurídico é garantido em qualquer Faculdade, pelo que os jovens precisam de se diferenciar no mercado de trabalho: “Para isso, têm de trabalhar o pensamento critico.”

Programas de Apoio ao Estudo

Para o último dia, reservaram-se as apresentações do Laboratório de Expressão, onde é assegurado o desenvolvimento da capacidade de expressão escrita e oral dos estudantes ao longo de todos os ciclos de estudo: “O programa surge porque alguns alunos tinham dificuldades de interpretação que são fatais para um aluno de Direito”, explica Ana Andrade, responsável pela Expressão Escrita.

Os alunos também vão trabalhar com uma atriz, onde “vão encontrar novas formas de se apresentarem”, elucida Joana Estrela, responsável pela Expressão Corporal.

Ana Martins, responsável pelo programa GPS, esclarece que o programa existe para que cada aluno consiga maximizar os seus recursos pessoais para o desenvolvimento de um método de estudo ajustado às suas especificidades.

O estudante João Sampaio Costa deu o seu testemunho sobre o valor do programa, confessando que no 1ºano da Licenciatura enfrentou algumas dificuldades. No entanto, com a ajuda do GPS, conseguiu ultrapassá-las: “Com um plano de ação, mesmo que surjam imprevistos, vocês já sabem o que querem e como lá chegar. É a falta de um plano que vos leva a chumbar alguns testes ou cadeiras e é isso que devem evitar.”

Testemunhos de Recrutadores

Durante a tarde, o Dr. Francisco Ancêde, Tax Director na consultora PwC, motivou os jovens a apostarem na procura pelo conhecimento e no desenvolvimento da mundividência “que pode materializar-se em imensas coisas, como viajar”.

Já o Dr. Luís Gagliardini Graça, Sócio na Sociedade de Advogados Morais Leitão, Galvão Teles, Soares da Silva e Associados aproveitou a oportunidade para explicar a atitude que os jovens devem ter em contexto de entrevistas de emprego: "É importante perceber que as pessoas são genuínas. É muito bom percebermos que a pessoa que está à nossa frente mostra como é e não esconde aquilo que é.”

Para terminar esta semana, o Dr. Fernando Xavier (Coordenador Superior de Investigação Criminal na Diretoria do Norte da Polícia Judiciária), a Dra. Maria Octávia Marques (Juíza no Juízo Central Criminal do Porto) e a Dra. Bárbara Damas (Advogada Estagiária na Sociedade de Advogados Pacheco de Amorim, Miranda Blom e Associados) abordaram as diferentes saídas profissionais no Direito.

Concluiu-se que o curso proporciona uma grande diversidade de saídas profissionais tradicionais jurídicas, mas também um leque de outras ocupações que não são tipicamente associadas ao Direito, nomeadamente: diplomacia, ensino, política, jornalismo, e, até, gestão.


Consulte o calendário escolar e fique a par de todas as atividades deste ano letivo.