Imagem da Clínica Juridica do Porto - CJP

1. Quem se pode candidatar?

Podem candidatar-se estudantes da licenciatura em Direito que tenham completado pelo menos 180 dos 240 ECTS necessários para a conclusão do 1º ciclo de estudos

2. Que tipo de atividades os alunos podem realizar?

Poderão realizar diversas atividades, tais como:

  • Ações de formação e informação materializadas em apresentações, seminários, workshops, conferências, simulações, entre outras alinhadas com os objetivos da CJP.
     
  • Preparação de documentos como respostas jurídicas a perguntas simples e breves, elaboração de relatórios e criação de guias informativos de direitos e deveres.
     
  • Elaboração de materiais de formação que sirvam para a aprendizagem da metodologia de ensino jurídico clínico.
     
  • Participação em organismos internacionais de defesa dos direitos humanos ou em fóruns relacionados com os objetivos da CJP.
     
  • Qualquer outra atividade que vá ao encontro dos objetivos da CJP.

3. Quem supervisiona os estudantes na CJP?

A supervisão dos estudantes é assegurada por tutores, sejam eles docentes da Faculdade de Direito, Escola do Porto, ou profissionais do Direito que colaborem com a CJP. A sua função é garantir uma orientação eficaz dos estudantes e a qualidade das atividades desenvolvidas.

4. Quais são as responsabilidades dos estudantes?

Os estudantes selecionados devem assistir às sessões de preparação, seguir as diretrizes dos tutores, respeitar a confidencialidade, abster-se de recomendar profissionais específicos, e cumprir outras obrigações éticas.

5. Prazos e vagas

As candidaturas para a CJP decorrem até 21 de fevereiro, com 5 vagas disponíveis. Certifique-se que submete a sua candidatura dentro do prazo estipulado.