Estágios em Direito: o testemunho da estudante Rita Varejão

Quarta-feira, Outubro 6, 2021 - 11:14

Todos os anos, os estudantes de Direito finalistas do programa ADN do Jurista habilitam-se à atribuição de um prémio. Este prémio consiste num estágio, que permitirá o contacto do estudante com uma organização em ambiente de trabalho real. O estágio poderá decorrer em empresas, centros de arbitragem, julgados de paz, tribunais, associações e fundações, outras entidades públicas e privadas e ainda em sociedades de advogados.

Os estágios ADN do Jurista são atribuídos aos estudantes que obtenham aprovação a todas as disciplinas do Programa ADN, que tenham mantido a frequência exigível, em cada ano letivo, dos workshops think link e das sessões premium e que tenham conseguido as três melhores médias das disciplinas do plano de estudos ADN.

Para além dos três estágios, caso exista recetividade dos parceiros do programa, são abertas novas vagas.

Por ter concluído com sucesso o programa ADN do Jurista, a estudante Rita Varejão teve a oportunidade de estagiar nos escritórios da Cerejeira Namora, Marinho Falcão durante este verão.

Pedimos à estagiária para descrever a sua primeira experiência profissional:

22.07.2021 – Ida ao Escritório

O meu estágio só tem início na segunda-feira, mas mandaram-me ir ao escritório hoje para uma entrevista inicial. Confesso que estou bastante agitada desde há uns dias, este vai ser o meu primeiro contacto com a advocacia, o momento da verdade em que descubro se esta é de facto a minha vocação.
No entanto, esta primeira ida ao escritório foi bastante rápida, a entrevista estava marcada para as 10h e terminou por volta das 11h. Conheci o Dr. Miguel Cunha Machado, que será o responsável pelo meu estágio e me fez algumas perguntas sobre o meu percurso académico e áreas de direito pelas quais me interesso mais. Fizemos uma visita ao escritório, cujas instalações, divididas entre duas casas, são bastante peculiares.
À primeira vista causa alguma estranheza, mas na verdade acaba por criar uma aura de conforto. O escritório tem duas cozinhas, onde os advogados e outros profissionais podem guardar e aquecer as refeições, assim como duas salas de convívio com máquinas de café e mesas de jantar.
Nos tempos anteriores à pandemia, o escritório ainda oferecia pequeno-almoço numa dessas salas. Tenho imensa pena de não poder usufruir deste último privilégio, mas julgo que as refeições em conjunto já serão uma boa oportunidade para me integrar.
A visita de hoje foi curta, mas tenho a certeza de que passarei o fim de semana a imaginar como será o resto do meu verão. Mal posso esperar que chegue segunda-feira.

26.07.2021 – Inicio do Estágio

Ficou combinado que o meu estágio teria início hoje às 10h, mas, na tentativa de causar boa impressão, cheguei meia hora mais cedo.
Encontrei um grupo de jovens, reunidos numa pequena sala de espera do escritório, aos quais me dirigi.
Eram o primeiro grupo de estagiários de verão, que vão ficar no escritório durante duas semanas e, depois, virá um novo grupo. Fiquei com a impressão de que são um grupo muito dinâmico e ativo, conversamos quase meia hora e percebi que estão todos cheios de atividades extracurriculares.
Houve uma pequena apresentação sobre o funcionamento do escritório, ao qual se seguiu a distribuição por departamentos. Não podia estar mais feliz por ficar esta primeira semana no departamento de civil-laboral, as minhas duas áreas de eleição.
A minha primeira tarefa consistiu em assistir a uma audiência de tentativa de conciliação de dois irmãos, relacionada com um despedimento, que saiu frustrada.
A audiência deu-se por videoconferência, o que tem vindo a ocorrer por causa da situação pandémica e, ao menos neste tipo de audiências, parece-me que será vantajoso.
Depois, passei o resto do dia a tratar de um caso de insolvência e de outro relacionado com uma indemnização e uma seguradora.
É realmente muito diferente aplicar o direito na prática, e talvez mais cansativo porque só são 9h da noite e já só me quero ir deitar.

30.07.2021 – Fim da primeira semana

Um dos meus objetivos em fazer este estágio de seis semanas, para além de desenvolver as minhas capacidades e adquirir novos conhecimentos, é saber se de facto gosto da vida de escritório, se poderei ser feliz no futuro enquanto advogada.
Não quero saltar para conclusões precipitadas, mas até agora, tendo em conta aquilo que observei e experienciei, parece-me que este será o caminho para mim.
Não há qualquer monotonia, o trabalho é muito, mas os casos são interessantes e poder partilhar esta experiência com outros estudantes ou recém-licenciados tem sido muito gratificante.
Por falar em casos interessantes, fiz um trabalho para um padre, que já tinha a sua própria rádio e pretendia agora ter o seu próprio canal de televisão. Tive de preparar uma lista de instruções sobre como criar um “Meo Kanal” e informações sobre os direitos de autor da transmissão de conteúdos do Youtube. Pode parecer inoportuno recorrer a um advogado para um serviço destes, mas para nós é mais que conveniente.

06.08.2021 – Semana em Penal e Almoço com os Estagiários

Esta semana fiquei no Departamento de Penal, que apesar de não ser a minha área predileta, nunca excluí completamente do meu futuro. Sem dúvida que deve ser a área na qual aparecem as situações mais intrigantes. Desde esquemas em que se recorre ao penhor, a empréstimos e transferências falsas para se roubar um Rolex Submariner, a vídeos que mostram um funcionário a furtar caixas de materiais gigantes com um camião, para as vender a um sucateiro.
Mas a situação mais cómica terá sido a chamada que a Carolina Baptista, uma das Advogadas Estagiárias que está no meu departamento, fez para uma testemunha de um caso em que estava a trabalhar.
O objetivo da chamada era simples: informar que a pessoa em questão seria chamada pelo tribunal a depor, em princípio na primeira quinzena de setembro, mas a data seria confirmada em carta a enviar pelo tribunal.
Mas o senhor, certamente não familiarizado com o modo de funcionamento de um tribunal, ficou muito atribulado. Insistiu em saber a data em concreto, como se coubesse ao escritório defini-la, e ainda pediu para “falar de preços”, porque teria de faltar ao trabalho e queria ser pago à hora. Ainda bem que não tive de ser eu a lidar com esta chamada.
Hoje os estagiários de verão foram almoçar fora com os advogados estagiários. Tivemos ótimas conversas, marcadas por uma informalidade típica de quem tem quase a mesma idade. Aprendi algumas coisas sobre as etapas para entrar na Ordem dos Advogados, falámos sobre a (difícil) conciliação do mestrado com o estágio da Ordem, o que vai deixar de ser um problema com as mudanças (mais ou menos justas) que se avizinham.
Regressamos aos nossos postos um pouco mais tarde que o habitual, perto das 15h, satisfeitos com a partilha de experiência e certamente mais motivados para trabalhar.

18.08.2021 – Estadia no Departamento de Direito Penal

Estou a meio da terceira semana deste departamento e já me sinto familiarizada com o escritório e a área em que tenho estado a trabalhar. Até já aprendi alguns “truques” para invalidar as provas recolhidas por radares (o truque consiste em verificar o cumprimento das aprovações e revisões legalmente exigidas).
Contudo, confesso que já fiz suficientes queixas-crime para uma vida inteira, pelo que fiquei feliz quando recebi alguns casos de família. Trabalhei numa ação de divórcio e numa ação de acompanhamento de maior.
A tarefa que me está atribuída para amanhã é do meu especial interesse, terei de fazer um pedido de regresso de uma criança levada para França pela mãe, em absoluto sigilo e total desrespeito pelo regulado em termos de responsabilidades parentais.
Terei de estudar um pouco a Convenção de Haia de 1980 e questões como a proteção de crianças e jovens, o que me suscita muito interesse pela sua ligação com os direitos fundamentais.

30.08.2021 – Última Semana

Nem acredito que esta já é a minha última semana no escritório.
Hoje fiz o percurso do metro já com uma certa melancolia, de quem vai perder os novos hábitos que formou durante um verão inteiro, ou pelo menos suspendê-los até a uma próxima oportunidade.
Regressei ao departamento de civil, pelo que o termo do estágio será em glória.
Mais concretamente, estou a trabalhar com a Dra. Zita Xavier Medeiros na execução de dívidas. Não é uma área com que esteja familiarizada, pelo que o dia de hoje foi bastante exigente e requereu um estudo teórico preliminar à execução das tarefas que me foram atribuídas.
Contudo, não podia estar mais motivada para a minha última semana.

03.09.2021 – Último dia

Acabou a minha jornada de trabalho, sinto um misto de missão cumprida e tristeza. Foram semanas desafiantes, mentalmente e, também, fisicamente, porque levantar cedo um verão inteiro é um exercício e peras.
Levo memórias sem fim das experiências que vivi, algumas (poucas) menos positivas, como ir trabalhar depois de me vacinar contra a covid-19 (não que o escritório me tenha exigido tal, eu é que me senti suficientemente bem para comparecer), mas todas enriquecedoras. Foram-me dirigidas palavras de despedida num tom acolhedor, que ainda me deixaram mais saudosa.
O ambiente do escritório foge completamente do retrato que concebi anteriormente à realização do estágio, não sei se todos os escritórios serão assim, mas aqui senti-me em casa.

14.09.2021 – Início das aulas

Ontem teve início o meu último ano na Licenciatura em Direito, que se seguiu à época especial de exames. Não pude deixar de notar os efeitos que a realização do estágio surtiu em mim. Sinto-me capaz de avaliar as situações práticas com mais facilidade e de compreender certos conceitos com mais celeridade, o que me ajudou certamente com os dois exames de melhoria que realizei.
A minha maior surpresa foi, contudo, o quanto aprendi sobre processo executivo, porque já domino muitos conceitos da cadeira de Processo Executivo e dos Recursos. O que, na verdade, não me devia admirar porque durante o estágio foi-me requerido um pedido de injunção, quando eu não fazia a mínima ideia o que tal seria, e, por isso mesmo, tive de correr para os livros.
Estou muito entusiasmada para o meu último ano, e sem dúvida com vontade de viver mais experiências como a deste verão. De tudo de positivo e enriquecedor que retiro da realização do estágio, confirmar a minha paixão pelo direito e pela advocacia foi sem dúvida a melhor parte.


As inscrições no programa ADN do Jurista estão abertas e devem ser efetuadas via email.

A Faculdade de Direito e o serviço de Estudantes e Empregabilidade possibilitam a realização de estágios curriculares facultativos, que podem decorrer em qualquer período do ano.